Na década de 70 aconteceu na América Latina o 3º Congresso Mundial da Juventude Lituana. Após o evento a Comunidade Lituano-Brasileira possuía uma quantia financeira razoável em caixa, então Jonas Tatarunas, o tesoureiro da entidade na época, propôs que esse dinheiro excedente fosse utilizado para comprar uma área que serviria para recreação e veraneio dos lituanos e seus descendentes vivendo no Brasil.

Criou-se uma comissão que ficou responsável pela procura do terreno onde seria construído o condomínio lituano. Neste grupo estavam nomes importantes da Comunidade Lituano-Brasileira, entre eles os padres Antanas Saulaitis, Juozas Seskevicius e Petras Daugintis, o presidente da entidade na época, Algirdas Sliesoraitis, e o próprio Jonas Tatarunas.


Entrada da Lituanika

Em 20 de abril de 1977, na cidade de Atibaia (SP) e em uma área de 242 mil metros quadrados, foi fundada a Estância Lituanika, o condomínio dos lituanos e de seus descendentes no Brasil. Além dos terrenos e casas dos condôminos, possui três lagos para pesca, uma piscina semiolímpica e uma infantil, um campo de futebol, um parquinho de diversões para crianças, uma capela (erguida em 1982 pelo padre Antonio Milius) e duas construções construídas pelo monsenhor Juozas Seskevicius onde antigamente funcionavam um asilo e um hotel.


Piscina da Lituanika

No condomínio existe também a casa do Pic Nic, de propriedade da Comunidade Lituano-Brasileira, que é até hoje utilizada para festas e eventos da comunidade como congressos sul-americanos e mundiais e acampamentos do grupo de escoteiros lituanos Palanga. Os descendentes membros de nossa comunidade que não possuem residência no condomínio podem nos contatar para alugar esse espaço.


Capela da Lituanika

A Estância Lituanika e todas as suas construções são resultado de muito tempo e trabalho dedicados por diversos membros da Comunidade Lituano-Brasileira. Esse espaço será honrado, como foi até hoje, para que as gerações futuras sempre tenham um pedaço da Lituânia aqui no Brasil.


Paisagem da Lituanika

Segunda Paisagem da Lituanika