História da Comunidade Lituano-Brasileira

A Comunidade Lituano-Brasileira (BLB - Brazilijos Lietuvių Bendruomenė), assim como todas as comunidades lituanas ao redor do mundo, faz parte de uma única organização chamada Comunidade Lituana Mundial (PLB - Pasaulio Lietuvių Bendruomenė).

A PLB teve seu projeto iniciado em 14 de junho de 1949, quando o Comitê de Libertação da Lituânia (VLIKas - Vyriausiojo Lietuvos Išlaisvinimo Komitetas) promulgou o documento denominado “Carta dos Lituanos” (Lietuvių Charta), com o objetivo de conscientizar os lituanos na diáspora sobre a importância de se preservar a identidade nacional (língua, cultura, costumes e tradições), além de apoiar os movimentos de independência da Lituânia.



Dia 11 de março de 1990 - O dia da restauração da independência da Lituânia



O final da década de 1980 foi um período de grandes agitações para a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS). Muitas das suas repúblicas, anexadas durante a Segunda Guerra Mundial e que historicamente fizeram parte do território do grande Império Russo se mostravam descontentes com a falta de liberdade que enfrentavam durante esta longa relação, além de toda a pressão sofrida pelos seus governos regionais para seguir a política e a economia socialista.

Kučios

Sem dúvida nenhuma, o feriado mais esperado e celebrado na Lituânia é o Natal. Chamada de Kučios, a noite da véspera de Natal é cheia de simbologia e tradições, apresentando costumes que misturam as culturas pagã e católica. Isso ocorre devido ao fato da Lituânia ter sido o último país da Europa a se tornar católico. Para conseguir esse feito a Igreja precisou se adaptar a realidade lituana da época, incorporando muitos dos costumes pagãos as festas religiosas.

Cerca de 300 autores estão escrevendo um livro sobre a história dos escoteiros lituanos

No ano passado, junto com a Lituânia, os escoteiros comemoraram seus 100 anos de aniversário e, na ocasião, começou-se a coletar a história do escotismo desde o renascimento até os dias atuais. O livro esta sendo escrito por cerca de 300 autores, não apenas da Lituânia, mas também do exterior: Austrália, Canadá, Inglaterra, Estados Unidos e países da América do Sul.

escotismo 1

Procurar